Manual Pratico de Sobrevivência Independente


Resenha E Fotos: Bouncing Souls em São Paulo
February 21, 2009, 3:48 am
Filed under: Coberturas | Tags: , ,

Noite de 13 de fevereiro com um clima atípico de verão, uma sexta-feira 13 que não tem nada das tradições, muito menos indica azar. No velho e bom Hangar 110, o clima não era de crenças ou misticismo e sim de muita ansiedade e ao mesmo tempo, grande felicidade. Um encontro da velha guarda do Hardcore para saudar a turnê de 20 anos do Bouncing Souls.

Logo na abertura dos portões que estava marcada para ás 19:30hs, boa parte do público já estava presente. Muitos aparentavam ter ido direto dos seus respectivos empregos, para assim realizar um grande desejo antigo.

Com duas bandas de abertura, o ambiente já aparentava grandes shows. A primeira banda a entrar no palco foi dos curitibanos do Boobarellas, que fizeram uma grande apresentação ao estilo street-punk sem frescura. Enquanto algumas pessoas ainda entravam, a banda tocava algumas músicas de seu novo disco e sentiam como se estivessem abrindo um show para o The Clash.

A segunda banda a entrar no palco foi o New City Rockers, banda conhecida no cenário punk paulista. Com um set-list recheado de letras de protestos ultra-esquerdistas, a banda fez uma boa apresentação que até fechou com uma referência a Joe Strummer (vocalista do The Clash).

Com o fim da apresentação da segunda banda, a galera começou a se aglomerar em frente ao palco, esperando a grande atração da noite. Após alguns ajustes no som, não demorou para as cortinas sem abrirem e os integrantes tomarem seus postos, em um bela entrada.

“Here We Go” foi à primeira cantada em um belo coro, que marcou o início vê uma noite inesquecível para todos presentes. Depois foi uma seqüência de grandes sons. “Lean on Sheena”, “kid”, The Gold Song” e etc. Uma apresentação incrível. Contou com “Moon Over Asbury”, “Gone” e um excelente cover de Misfits com “Hybrid Moments” em uma brilhante seqüência acústica.

Já tinha ouvido muitos comentários sobre a performance de palco da banda, em apresentações em outros países. Mas, nada do que falaram aconteceu. O vocalista Greg representou muito bem, mesmo seu terno estando incompleto – como de costume. Bryan e Pete são verdadeiros monstros tocando e agitando a galera. Infelizmente, só Michael que pareceu um pouco “chato”.

Enfim, foram 20 anos esperando. Mas, valeu a pena. Quem estava presente viu um dos melhores shows que já aconteceram no Hangar 110.

Por: Cláudio Júnior

Advertisements

Leave a Comment so far
Leave a comment



Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s



%d bloggers like this: